Brumadinho

30/01/2019

Hospital de campanha da Vale atende animais resgatados

A Vale alugou uma fazenda para receber os animais que estão sendo resgatados devido ao rompimento da barragem de Brumadinho. Também foi criada uma estrutura para acolher e tratar animais de pequeno e grande porte resgatados em Brumadinho. Chamada de Hospital de Campanha, a fazenda possui baias e coches para bovinos, piquetes para ovinos e suínos, gradil para cães, área para animais silvestres e uma piscina para acomodar peixes. O trabalho está sendo realizado por uma equipe formada por 30 profissionais, entre veterinários, pessoal de apoio e voluntários. A empresa montou uma central de alimentação e medicação, que estará disponível enquanto os animais estiveram abrigados. O Hospital de Campanha será a base principal de apoio para o trabalho de resgate de animais em Brumadinho.

Assista ao vídeo com o depoimento da médica veterinária, Mirella D'Elia, que é a responsável pelo Hospital de Campanha que a Vale instalou em Brumadinho.

"No setor de grandes animais, contamos com apoio de intensivistas e plantonistas que atendem 24h por dia. Além disso, temos um setor de lavagem para receber os animais e um estoque de ração, grãos e forragem fresca, que é oferecida diariamente", conta Mirella D'Elia, veterinária contratada pela Vale e responsável pelo Hospital Campanha. Estão abrigados no hospital, até o momento, 16 cães, quatro aves, um bovino e um gato. Os animais, que chegaram sem grandes traumas e ferimentos, recebem avaliação e cuidados da equipe.

A bacharel em direito Vanessa Araújo, presidente da ONG Arca da Fé Resgate Animal, está trabalhando como voluntária no Hospital Campanha. Ela, que faz parte da Comissão de Defesa e Proteção de Animais da OAB de Bauru, em São Paulo, tem o apoio de mais oito voluntários, que estão atuando tanto no trabalho de resgate, quanto na acolhida dos animais no abrigo. "Aqui nós auxiliamos no manejo dos animais, por conta da nossa experiência neste tipo de atividade", destaca ela.

O setor de terapia intensiva conta com equipamentos para monitoramento de coração e pressão arterial, assim como da função respiratória. Dois ventiladores mecânicos foram adquiridos para atender os casos mais graves. "Caso o animal apresente sangramento por perdas ou disfunções sanguíneas, nós temos um banco de sangue para realizar intervenções", explica Alessandro Martins, médico veterinário e voluntário no local.

Cerca de 40 profissionais trabalham no resgate da fauna local nas duas margens do rio Paraopeba. A ação é coordenada pela equipe de biólogos da Vale, em parceria com o Conselho Regional de Medicina Veterinária, e conta com a mobilização de voluntários para auxiliar no recebimento dos animais no hospital de campanha. A força-tarefa é formada por veterinários, biólogos, auxiliares e conta também com voluntários, consultores e empregados da Vale.

Caso alguém tenha informações sobre animais em situação de risco e resgatados, a Vale incentiva que a população utilize os números 0800 0310831 (Alô Brumadinho), 0800 285 7000 (Alô Ferrovias) e 0800 821 5000, ou ligue para o Corpo de Bombeiros.

Todas as informações estão sendo atualizadas em vale.com/brumadinho